Acessibilidade Contraste

Coronavírus em Lajeado

 
Acompanhe aqui a situação e a evolução do coronavírus em Lajeado. Esta página é atualizada pela área de Comunicação da Prefeitura de Lajeado. Se você tem alguma dúvida ou gostaria de ter algum esclarecimento, envie um e-mail com sua sugestão para gap.imprensa@lajeado.rs.gov.br
 
 
EPIDEMIOLOGIA - Situação dos casos confirmados, recuperados, óbitos, ativos e vacinados em Lajeado - Dados atualizados em 17/08/22:
 

Casos confirmados 

25.122 (7 novos)

 Casos recuperados 

24.811 (4 novos)

Óbitos 

241

Casos ativos

70

Pessoas vacinadas - 1ª dose 

75.075
(dos quais 2.947 crianças
de 03 a 11 anos)

Pessoas vacinadas - 2ª dose

69.595
(dos quais 1.625 crianças
de 03 a 11 anos)

Pessoas vacinadas - Dose Única

2.534

Pessoas vacinadas - 1.ª Dose de Reforço 

34.207

Pessoas vacinadas - 2.ª Dose de Reforço

6.901

 

 

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 EM LAJEADO


A vacinação contra o novo coronavírus está em andamento em Lajeado desde o dia 19/01/2021. Para saber sobre a quantidade de doses aplicadas, quais são os grupos prioritários, os locais e os horários de vacinação, clique aqui. 

 

 
HISTÓRICO DE INTERNAÇÕES CLÍNICAS E EM UTI NO HOSPITALARES NO HOSPITAL BRUNO BORN
 
O Hospital Bruno Born mantém um site com o histórico de atendimentos e casos confirmados. Clique aqui para acessar.
 
 
 
EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE CASOS, ÓBITOS E VACINADOS
 
Para conferir a evolução do número de casos confirmados, recuperados, óbitos, ativos e vacinados no munícipio desde o início da pandemia do novo coronavírus, clique aqui.
 


ÓBITOS - CRONOLOGIA DOS CASOS REGISTRADOS EM LAJEADO 


Para conferir a cronologia dos casos de óbitos relacionados ao coronavírus contabilizados para o município de Lajeado desde o início da pandemia, clique aqui.

 
 
PRESTAÇÃO DE CONTAS DO MUNICÍPIO RELACIONADA À PANDEMIA DA COVID-19
 
Abaixo, você encontra os links para acompanhar a prestação de contas do município acerca de receitas, despesas, licitações e outras informações relacionadas à gestão da pandemia do coronavírus.
 
 
LICITAÇÕES - Para saber mais sobre as licitações do município relacionadas ao coronavírus, clique aqui
 

RECEITAS - Para saber mais sobre as receitas do município relacionadas ao coronavírus, clique aqui.

Para consultar, siga os passos abaixo:

- Exercício (seleção automática): 2020

- Mês: selecionar o nº do mês, por exemplo "05"

- Nível da Receita: escolha o nível (o nível 1 é mais amplo e genérico, e quanto maior o nível, maior o detalhamento)

- Administração: Prefeitura Municipal de Lajeado

- Destinação: selecione "COVID-19" ou "Transf União Emendas Parlamentares Individuais – COVID-19" ou "Transf União Emendas Parlamentares de Bancada – COVID-19"

- Clicar em "Pesquisar"

 

DESPESAS - Para saber mais sobre as despesas do município relacionadas ao coronavírus, anteriores ao dia 08/04/20, clique aqui.  Já para as posteriores ao dia 08/04/20, clique aqui, e para consultar, siga os passos abaixo:

Para consultar, siga os passos abaixo:

- Exercício (seleção automática): 2020

- Mês: selecionar o nº do mês, por exemplo "05"

- Administração: Prefeitura Municipal de Lajeado

- Destinação: selecione "COVID-19" ou "Transf União Emendas Parlamentares Individuais – COVID-19" ou "Transf União Emendas Parlamentares de Bancada – COVID-19"

- Clicar em "Pesquisar"

 

PARA SABER MAIS


- Acompanhe as notícias sobre o coronavírus em Lajeado clicando aqui.

 

- Saiba mais sobre a entrega de doações aqui

 

- Para ler as orientações que o Hospital Bruno Born preparou para casos suspeitos e confirmados de coronavírus clique aqui

 

- Saiba como confeccionar sua própria máscara em casa aqui

 
Sobre como saber se a pessoa é um caso suspeito:
 
Como o Rio Grande do Sul é considerado área de transmissão comunitária, não é mais possível identificar a origem da contaminação. Então, fique atento aos sintomas do coronavírus:
 
- Febre medida de pelo menos 37,8ºC
- Sintoma respiratório, como tosse ou dificuldade para respirar
 
IMPORTANTE: se a pessoa se considera um caso suspeito, a orientação é que faça isolamento domiciliar completo e não tenha contato com outras pessoas para evitar a contaminação. Não há remédio que cure ou melhore a doença. Ela não deve ir ao hospital ou à UPA neste momento, mas seguir os passos abaixo.
 
O que o caso suspeito deverá fazer
 
A pessoa deverá:
- Ligar ou procurar por atendimento nos postos de saúde de referência de cada bairro. 

- Evitar buscar atendimento na UPA ou HBB para os casos leves, pois estes locais devem servir somente para atendimento das condições de urgência e emergência.

- O caso será avaliado pela equipe de saúde, que fará a orientação e os encaminhamentos necessários para o atendimento.
 
Idosos, doentes e pessoas com suspeita de contaminação devem ficar em casa
 
As autoridades indicam que pessoas com mais de 60 anos e pacientes com doenças crônicas tenham cuidados redobrados em razão de o coronavírus ser mais letal nestes casos. O risco aumentado está no fato de essa pessoas serem mais suscetíveis a desenvolverem quadros respiratórios graves ao serem contaminadas pelo coronavírus.
 

A orientação é que idosos, pessoas com doenças crônicas e casos suspeitos permaneçam em casa, em isolamento domiciliar completo, tenham o menor número de contatos pessoais possível e contatem os órgãos de saúde para bsucar atendimento.

 

Sobre como se prevenir

 
A principal orientação é usar máscara sempre que estiver em espaço público, lavar as mãos com frequência ou usar álcool em gel e evitar ambientes onde ocorrem aglomerações de pessoas.
Outras ações que podem auxiliar em evitar a disseminação de doenças respiratórias:
1. Lavar as mãos sempre com água e sabão.
2. Limpar áreas de maior contato como maçanetas, celulares, teclados de computador, mesas, etc.
3. Lavar as mãos após uso do transporte público. Caso não tenha acesso a algum banheiro, ter álcool gel sempre a mão facilita.
4. Ao tossir e espirrar, cubra nariz e a boca. Evite o uso das mãos, preferindo cobrir com o braço.
5. Evitar apertos de mãos e cumprimentos no rosto.
6. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
7. Mantenha os ambientes arejados.
 
Sobre como ocorre a contaminação com o Coronavírus 
 
O novo Coronavírus (COVID-19) é um tipo de infecção respiratória, causada por vírus, semelhante aos resfriados e às gripes comuns. A contaminação pode ocorrer a partir de gotículas de secreção de pessoa doente, pela tosse, espirro e saliva. O contágio ocorre quando estas gotículas entram em contato direto com as mucosas (narinas, boca e olhos) da pessoa saudável, o que ocorre com frequência ao tocar superfícies contaminadas e depois levar o vírus com as mãos para os olhos, nariz e boca.
 
 
Telefones para informações e esclarecimento de dúvidas:
 
136 – Ministério da Saúde
150 – Disque Vigilância do Estado do Rio Grande do Sul

 


de

0